Gengibre em conserva emagrece e evita doenças

Gengibre em conserva emagrece e evita doenças
5 (100%) 1 voto

Perder peso, aumentar a imunidade e ficar longe do colesterol alto e da diabetes são apenas alguns dos muitos benefícios do gengibre em conserva.

Para que serve? Conserva de gengibre é opção para fazer a raiz durar mais tempo, e o seu consumo pode ajudar a emagrecer. Segundo a nutricionista Larissa Nogueira Bezerra Malandrino, estudos comprovam que o gengibre tem efeitos positivos na redução da cólica menstrual, do colesterol, contra enxaquecas, diabetes, inflamações e diminuição de dores de artrite reumatoide.

“Isso se dá por substancias presentes no gengibre que aumentam o efeito anti-inflamatório e antioxidante dele”, garante a especialista do centro de bem-estar Levitas.

Porém, ela faz a ressalva de que todos esses estudos foram feitos com a raiz “in natura” ou em pó, e não com a conserva de gengibre. Além disso, o preparo seria indicado apenas para a prevenção de doenças, e não para tratamento.

“A conserva é o modo mais prático de armazenar o produto para que ele dure mais. Mas ela costuma levar açúcar ou sal. Isso não muda o efeito terapêutico, porém, pode aumentar a pressão por conta do sódio e pode, ainda, deixar de ser interessante para pacientes diabéticos. Nesses casos, seria mais interessante optar pela raiz in natura”.

Ajuda a emagrecer?

Assim como a raiz consumida in natura, a versão em conserva também possui efeito termogênico, que faz acelerar o metabolismo e aumentar a queima de gordura do corpo. Essa é uma medida importante para conseguir eliminar os quilinhos a mais e aquela gordurinha localizada que teima em não te abandonar.

Gengibre em conserva emagrece e evita doenças

Como consumir

Larissa recomenda que o consumo seja feito com moderação, já que existem alguns riscos do gengibre e um deles é o consumo em grande quantidade, que pode causar desconforto estomacal, gases e má digestão. O indicado pela nutricionista para conseguir adquirir os benefícios é ingerir cerca de 2 g por dia – o que equivaleria a mais ou menos duas rodelas da raiz em conserva. Para preparar o gengibre precisa ser descascado e cortado em fatias finas.

Também é preciso ter cuidado ao fazer uso de forma terapêutica. “O gengibre interage com alguns medicamentos. Pessoas cardíacas, por exemplo, que usam remédios, podem sofrer com efeitos dessa mistura. Por isso é preciso ter cuidado e consultar um médico”.

Como fazer

A receita de gengibre em conserva ensinada pela nutricionista leva 3 xícaras de gengibre, 1 xícara de vinagre de arroz, 3 colheres de sopa de sal rosa e meia xícara de açúcar orgânico.

  • Tire a casca do gengibre e corte em fatias finas.
  • Coloque em uma panela com água e deixe no fogo até levantar fervura.
  • Escorra a água e deixe arrefecer.
  • Enquanto isso, em outra panela, junte o vinagre com o sal e o açúcar e coloque ao fogo até ferver.
  • Num recipiente de vidro (já fervido e higienizado), coloque o gengibre e cubra com a mistura de vinagre.
  • Tape e deixe fora da geladeira para “apurar” por 3 dias. Depois, coloque na geladeira.

Sempre antes de consumir, lave o gengibre para tirar a conserva. Adicione a sucos, chás, salada ou coma como acompanhamento num prato de comida.

O gengibre em conserva dura por um período de 3 a 6 meses na geladeira. Pode saber que ele já não está bom para uso caso quando muda de cor e de sabor.

Curiosidade

Não estranhe! O gengibre em conserva tem uma leve cor rosada. A raiz ganha esse tom logo na hora do preparo, quando a conserva entra em contato com o alimento. Alguns restaurantes optam ainda por adicionar ainda um corante que o deixa mais colorido.

DEIXE SEU COMENTÁRIO