• in

    5 agachamentos para aumentar os glúteos com mais intensidade

    Uma em cada 10 mulheres não está satisfeita com a sua forma física. No ranking de insatisfação, as partes do corpo que mais requerem atenção são unânimes entre o grau de insatisfação, são sempre as mesmas, a região do abdômen, gordura localizada, celulite e os glúteos.

    Muitas pessoas, por falta de tempo e preguiça, se rendem a cirurgias plásticas deixando as atividades físicas de lado.

    Mais saiba que sem muito sacrifício, apenas com uma boa alimentação e força de vontade, se pode mudar o corpo com exercícios simples e fáceis de serem realizados.

    Comece eliminando as gorduras saturadas e hábitos nocivos, que contribuem para a formação de celulite e gordura localizada.

    Como exercitar corretamente os glúteos?

    Compostos por três músculos, glúteo maior, glúteo médio e glúteo menor. O primeiro é o responsável pelo tamanho geral do glúteo, enquanto o médio está no extremo superior do glúteo maior.

    Já o menor, encontra se embaixo, no extremo inferior do glúteo maior. Ele é o responsável pela forma arredonda, característica da região.

    Exercícios aleatórios não garantem o desenvolvimento desses 3 músculos, por isso é importante trabalhar cada um deles, e hoje vamos explicar como.

    Exercícios para aumentar os glúteos

    1. Agachamentos

     

    Ele é o mais utilizado em academias, mas existem diversas formas de posturas para realizar o exercício adequadamente.

    É recomendado que se faça sem peso inicialmente, e depois, aos poucos, introduzi-los.

    A forma ideal de realizar um agachamento é parado reto, com as pernas bem separadas.

    Flexione os joelhos, sem que ultrapasse as pontas dos pés, enquanto joga o quadril suavemente para trás.

    Abaixe até onde aguentar e volte para o início.

    Faça 5 séries de 10 repetições.

    Caso sinta que a perna está tensionada, abra mais as pernas, pois isso dará mais trabalho para a região dos glúteos.

    2. Agachamento máximo

    É o ideal para aumentar os músculos interiores dos glúteos, podendo ser efetuado com peso de ambos os lados, seja halteres ou colocando um só pesinho entre as pernas separadas.

    Pare reto, com a coluna ereta e separe as pernas.

    Dobre os joelhos em posição horizontal e paralelos e, com a ajuda do peso, abaixe.

    Você deve sentir uma pressão na zona dos glúteos quando abaixar.

    Faça 5 séries de 10 repetições.

    3. Agachamento com salto

    Variante do agachamento, no momento de subir, os joelhos se esticam dando um pulo.

    Impulsione o corpo até pular e sair do chão.

    Repouse por cerca de 10 segundos e volte a abaixar até completar a série de 5 minutos.

    4. Afundo ou avanço

    Pare de maneira ereta, com a coluna bem reta, e simule dar um passo, esticando a perna para frente.

    Com a ajuda de um peso ou um halter, segure-o nas mãos, com os braços esticados ao lado do corpo.

    Flexione os joelhos, abaixe e volte a subir, sem sair da mesma posição.

    Faça 5 séries de 10 repetições.

    5. Peso morto

    Ótimo para exercitar a região inferior dos glúteos.

    Ele pode ser realizado com o peso ou sem ele, mas o recomendável é realizar com auxílio de halteres ou barras.

    Incline os quadris para trás, flexionado ligeiramente as pernas.

    Mantenha esta postura por alguns segundos e depois relaxe.

    Preste atenção para contrair o glúteo, quando retornar para a posição inicial, isso trará mais resultados.

    Caso usar pesinhos, colocá-lo diante de si, com os braços esticados ou ao lado do corpo.

    Faça 5 séries contendo entre 10 a 15 repetições.

    E não se esqueça de manter uma dieta saudável e hábitos de vida saudáveis!

    Antes de fazer qualquer pratica física, consulte um profissional da área para indicar o mais adequado às suas necessidades.

    Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico!

    Compartilhe!

  • in ,

    Suco detox de chia e aveia para perder peso e derreter gordura da barriga

    O pequeno almoço é a refeição diária mais importante, por isso deve sempre certificar-se de que é rico em nutrientes saudáveis. No entanto, o melhor pequeno almoço que pode ter é, sem dúvida, a mistura de sementes de chia e aveia, pois a mistura dos dois ingredientes é extremamente benéficos.

    Essa mistura detox ira fornecer energia suficiente para o dia inteiro, e vai te ajudar a se livrar do excesso de gordura depositada na região abdominal. Estes ingredientes têm numerosos benefícios importantes para saúde.

    Sementes de chia

    Sementes de Chia são mais ricas em cálcio do que produtos lácteos. Além disso, são ricas em ácidos graxos ômega 3 e ómega 6, que te deixar com níveis mais baixos de colesterol, melhora a saúde do coração e tem poderosas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Eles também possuem propriedades regenerativas e são excelentes no caso de artrite .

    Aveia

    Esta erva é um membro da família da grama. É rico em ingredientes importantes, como potássio, zinco, cobre, iodo, fósforo, cloro, magnésio, manganês, biotina, niacina e muitos outros. Portanto, seu uso regular traz vários benefícios para a saúde, evita doenças numerosas, e impulsiona a saúde geral. Além disso, a aveia reduz o colesterol ruim, equilibra os níveis de açúcar no sangue e fortalece os ossos e dentes.

    Aprenda agora uma opção de uso desses ingredientes para preparar um delicioso e nutritivo café da manhã detox.

    Ingredientes:

    • 4 colheres de sopa de sementes de chia
    • 1 chávena (xícara) de aveia
    • 2 colheres de sopa de mel
    • 2 colheres de chá de baunilha
    • 1 colher de chá de canela em pó
    • 1 pitada de sal marinho
    • 500ml de água

    Método de preparo:

    • Misture a canela, baunilha e água numa tigela e aqueça a mistura até ferver.
    • Assim que ela começar a ferver, baixe o fogo e adicione a aveia.
    • Ferva por alguns minutos e tire do fogo.
    • Cubra a tigela e deixe a descansar por 5 minutos para arrefecer.
    • Em seguida, adicione o sal e o mel e mexa bem.
    • Despeje a mistura num prato e adicione as sementes de chia enquanto ainda está quente.
    • Se desejar pode enriquecer o gosto adicionando alguns frutos, tais como morangos, bananas, cerejas, maçãs, e assim por diante.

    Aproveite, queime gordura da barriga e aumente a sua saúde ao mesmo tempo!

  • in ,

    Benefícios do chá verde para quem o consume todos os dias

    A tradição de beber chá é maior no Oriente. E, como já deve saber, é um hábito bastante saudável. Não é à toa que muitos naturalistas aconselham-nos a substituir o tão amado café por um bom chá. Esta bebida melhora a nossa saúde, a condição física e também a mental.

    Entre tantos tipos e sabores, podemos priorizar o chá verde, e vai entender porquê:

     

    • Ele fortalece a imunidade, e com isso previne muitas doenças.
    • É antioxidante, o que é ótimo para rejuvenescer e preservar a pele.
    • Previne o câncer, graças às propriedades que reduzem a probabilidade de desenvolver câncer da próstata, pulmão, estômago, pâncreas e cólon.
    • Reduz o colesterol.

    Basta uma chávena (xícara) de chá verde diariamente. O colesterol ruim (conhecido como LDL) é um dos principais responsáveis por doenças no coração. Portanto, cuide-se!

    • Trata fígado danificado, atuando, por exemplo, na eliminação de gorduras no órgão.
    • Estimula a perda de peso e este é um dos benefícios mais conhecidos.

    O que acontece é que a propriedade antioxidante é capaz de agir na gordura acumulada no corpo.Combine o chá verde com dieta saudável e exercícios para obter melhores resultados em apenas três meses.

    • Alivia a constipação, se tiver problemas com prisão de ventre.

    O chá verde tem efeito laxante natural, então não precisa de nenhuma droga para resolver o problema.

    • Ajuda a prevenir e combater doenças no aparelho reprodutor feminino, além de aliviar os sintomas do período menstrual.
    • Combate a sensação de inchaço e os gases no aparelho digestivo.
    • Ajuda a combater queda de cabelo e estimula o crescimento dos fios, graças ao componente epigalocatequina galato (EGCG), presente no chá.

    Além de tudo, a bebida ajuda em problemas como caspa e couro cabeludo ressequido.

    Atenção

    Pode beber o chá diariamente, mas com moderação, pois em excesso ele pode causar desagradáveis efeitos colaterais. Principalmente se o corpo sofre com alguma deficiência de nutrientes, como o ferro, o que provavelmente causará anemia.

    Além do mais, o chá verde é um forte diurético. Logo, se o bebermos em dose exagerada, isso poderá causar perda de importantes nutrientes.

    Uma dica: faça o chá verde combinado com erva-doce. Deixará a bebida mais saborosa e medicinal e diminuirá a probabilidade de pecar pelo excesso.


    Gostou? então deixe seu like!

  • in ,

    Receita para eliminar as toxinas consumidas durante o dia

    Já falamos em outros artigos sobre a grande importância de eliminar toxinas do corpo. Além de ajudar a emagrecer, alivia sensações ruins (como gases) e evita uma séries de doenças. Com a receita desta poderosa bebida laxante, pode desintoxicar o fígado e todo o sistema digestivo.

    Trata-se de um remédio natural e sem contra-indicações. Deve consumir a bebida à noite antes de ir para cama. A aparente desvantagem de um laxante natural e saudável é que ele não tem feito imediato.

    No entanto, isso é necessário para que o corpo se limpe e absorva os nutrientes saudáveis dos ingredientes. Se não sabe, o corpo armazena gordura que se transforma, posteriormente, em energia.

    Se a gordura for em excesso, então uma parte ficará no tecido adiposo. O que isso significa? Aumento de peso. O laxante natural que ensinaremos a fazer é bom para quem sofre com prisão de ventre e indigestão.

    Durante o tratamento, não deixe de comer alimentos saudáveis. Como dissemos, o remédio deve ser consumido à noite, antes de ir dormir. Faça isso durante dois dias consecutivos. O tratamento pode ser repetido mensalmente.

    À medida que o corpo se fortalece e o fígado se limpa, as propriedades laxantes da bebida começam a dissolver as toxinas aderidas às paredes intestinais. E, dessa forma, ela impedirá que a gordura consumida durante o dia seja absorvida pelo corpo e armazenada.

    Ingredientes

    • 1 punhado de salsa picada
    • 1 limão (o sumo espremido na hora)
    • 1 colher (sopa) de vinagre de maçã
    • 1 colher (sopa) de mel puro
    • 1 colher (chá) de gengibre fresco ralado ou 1/2 colher (chá) de gengibre em pó
    • 1/2 colher (chá) de canela em pó
    • 500 ml de água filtrada

    Modo de preparação

    • Pique a salsa o máximo que puder.
    • Em seguida, esprema o sumo de limão e, numa jarra, misture todos os ingredientes. (Não é para liquidificar!)
    • Substitua o seu jantar por esta bebida, mas faça isso uma hora antes de se deitar, pelo menos.
    • Não coma nada depois de beber o laxante.

    Importante: Por precaução, devido ao uso de canela e gengibre, hipertensos não devem consumir esta receita.

    Veja algumas observações sobre o tratamento:

    • Evite o consumo excessivo de laxante, ainda que seja natural. Caso contrário, pode prejudicar a sua flora intestinal, produzindo diarreia ou dificuldade em absorver nutrientes.
    • É normal sentir cólicas e desconforto durante o tratamento. Isso é sinal de que os resíduos estão em movimento.
    • Consuma bastante água (alcalina, de preferência) vegetais, frutas, grãos integrais, aumentando a ingestão de fibras.
  • in ,

    Suco detox de abacaxi e gengibre para perder peso e eliminar líquidos

    A melhor maneira de perder peso consiste em substituir os alimentos que nos fazem ganhar quilos por outros mais saudáveis, que ativem o metabolismo para queimar mais calorias e que nos ajudem a eliminar líquidos para perder volume.

    Descubra neste artigo uma deliciosa bebida à base de coco, abacaxi e gengibre para perder peso e combater a retenção de líquidos de maneira balanceada.

    Não às dietas milagrosas

    Hoje em dias existem muitos tipos de “dietas milagrosas” que prometem resultados rápidos e surpreendentes em muito pouco tempo.

    Estas dietas costumam se basear em algum alimento com propriedades benéficas para a saúde e a perda de peso. No entanto, costumam ser dietas rigorosas e pouco equilibradas, muito pobres em gorduras saudáveis e calorias.

    Uma dieta eficaz e saudável é aquela que não causa sofrimento para a pessoa que a segue, e sim a faz se se sentir cheia de otimismo e vitalidade, além de melhorar sua maneira de se alimentar de modo progressivo.

    Os alimentos utilizados nas dietas milagrosas são uma maneira excelente de perder peso com mais facilidade. Porém, devem ser incluídos em uma alimentação equilibrada. 

    Perder peso com alimentos saudáveis

    A seguir destacamos as propriedades de três alimentos que nos ajudarão a potencializar a capacidade de nosso corpo de gastar calorias, queimar gordura e eliminar líquidos retidos.

    O coco

    O coco é uma fruta tropical que durante muitos anos teve uma má fama devido ao seu alto teor de gorduras saturadas.

    No entanto, com o passar do tempo o coco demonstrou ser um alimento muito nutritivo cujas gorduras são benéficas para a saúde e também para a perda de peso.

    Ao consumir esta gordura, nosso organismo acelera o metabolismo para que possamos perder peso com mais facilidade, sempre e quando tivermos alguns quilos a mais.

    Por outro lado, este alimento não será útil para perder peso se a pessoa não precisar, já que age como regulador.

    Além disso, o óleo de coco melhora a saúde do coração, aumenta as defesas, traz energia, mantém a pele saudável e regula o funcionamento da glândula tireoide, que em alguns casos também causa um aumento de peso.

    O abacaxi

    O abacaxi é um alimento comum nas dietas para emagrecer e também um remédio comum para muitos transtornos digestivos.

    Esta fruta tropical tem um alto teor de água e fibras e, por outro lado, tem poucas calorias.

    Estas características o convertem em uma excelente opção para nos saciar com facilidade quando sentimos picos de fome entre as refeições.

    Esta fruta também se destaca por seu alto poder diurético, já que seu consumo regular nos ajuda a eliminar os líquidos que se acumulam no corpo e que causam inchaço nas regiões como as pernas, a barriga ou o rosto.

    O gengibre

    O gengibre é uma raiz usada como tempero em muitos países para dar um toque de sabor refrescante e picante, facilitar a digestão e melhorar o sabor dos alimentos.

    No entanto, seu uso como remédio medicinal é ideal para melhorar a digestão, eliminar toxinas e líquidos e, principalmente, para ativar o metabolismo.

    O metabolismo é a função que se encarrega do gasto energético, por isso, se o aumentarmos, conseguiremos queimar mais calorias fazendo o mesmo esforço.

    Bebida diurética para perder peso

    Ingredientes

    • A polpa de meio coco
    • Meio abacaxi maduro
    • Um pedaço de gengibre (a gosto)
    • 1 litro de água

    Nota: Se não conseguir um coco fresco, você pode utilizar o leite de coco já preparado no lugar da água. 

    Modo de Preparo

    • Primeiro, bata a polpa do coco com água quente durante alguns minutos.
    • Adicione o abacaxi e o gengibre e volte a bater até conseguir uma mistura mais ou menos homogênea.
    • Coe a bebida e, se desejar, esfrie na geladeira.
    • Pode ser adoçada com um pouco de estevia. No entanto, o abacaxi já traz um sabor doce natural.

    Como tomar?

    Tome esta bebida diurética e depurativa ao longo do dia da seguinte forma:

    • 2 copos em jejum, meia hora antes do café da manhã.
    • 1 copo no meio da manhã.
    • 1 copo no meio da tarde.

    Se a tomarmos fora das refeições conseguiremos potencializar seus benefícios para perder peso.

    Podemos tomar esta bebida por uma ou duas semanas, várias vezes por ano. Acompanhe-a sempre com uma alimentação equilibrada e saudável.

  • in ,

    7 exercícios para chapar a barriga sem sair de casa

    Você pode estar com a agenda cheia para ir malhar, mas ainda pode conseguir aquela barriguinha dos sonhos e uma ótima forma. Para isso, basta afastar um pouco a mesa e colocar em prática os 7 abdominais super fáceis que iremos mostrar para você. Com um pouco de esforço e repetições, é possível alcançar aquela barriguinha chapada.

    1) Senta e deita

    Pode parecer óbvio, mas esse tipo de abdominal, tão tradicional, irá te ajudar na boa forma. Você pode fazê-la na sua casa ou no seu intervalo no trabalho e manter o seu abdômen trabalhando.

    2) De lado

    Para trabalhar os oblíquos, deite de lado, com as pernas dobradas em 90 graus e os joelhos juntos. Com as mãos atrás da nuca, leve os seus ombros na direção dos seus quadris. Fique nessa posição por 1 segundo e volte para a posição inicial em dois segundos. Repita o exercício por 30 segundos e depois inverta o lado.

    3) Chutes

    Esse exercício trabalha os glúteos e as coxas, mas para segurar os movimentos você vai precisar de muita força no abdômen! Fique de pé e coloque a perna esquerda para trás. Chute com ela e levante até que ela fique paralela ao chão. Mantenha os quadris retos. Com a perna levantada, faça impulsos como chutes por trinta segundos, e lembre-se de mantê-la reta. Faça com que o movimento seja pequeno para manter o seu controle. Repita a operação com a outra perna.

    4) Reverso

    Pode parecer difícil, mas esse exercício te ajudará a trabalhar o seu abdômen inferior. Deite-se no chão com as palmas das mãos viradas para baixo. Deixe os joelhos próximos ao peito. Levante os quadris do chão e coloque os joelhos para dentro. Direcione os dedões do pé para o teto. Pare e volte devagar, passo a passo, até você voltar para a posição inicial. Use os seus músculos do abdômen para levantar e manter a postura, para não se machucar. Repita quantas vezes conseguir por 60 segundos.

    5) Tesoura

    Deite no chão e coloque as palmas das mãos viradas para baixo, com os braços estendidos ao longo do seu corpo. Levante as pernas a uma altura confortável. Levante uma perna sobre a outra, em forma de V, passando um pé sobre o outro. Inverta o pé que colocou no topo e repita o exercício quantas vezes conseguir.

    6) Ponta dos dedos

    Esse exercício trabalha os glúteos e as coxas. Afaste as pernas na largura dos quadris e coloque os pés virados para fora. Suas mãos ficarão na cintura durante o exercício. Levante-se, se apoiando na ponta dos seus pés e volte à posição inicial. Lembre de manter a postura, com seus ombros e peito para trás e o abdômen flexionado. Faça esse movimento por 60 segundos.

    7) Chutes

    Mais um exercício ótimo para o abdômen. Deite com as pernas retas. Os braços ficam estendidos ao longo do corpo com a palma da mão para baixo. Levante uma das pernas, de forma que ela fique a pelo menos 15 centímetros de distância do chão. Mantenha o abdômen contraído e chute com a perna rapidamente.

  • in ,

    Treino de 6 minutos para definir pernas e o bumbum

    Com apenas três séries de quatro exercícios dá para fazer um treino power que trabalha músculos do bumbum e das coxas. A sequência elaborada pelo coach e preparador físico Vinícius Possebon dura apenas 6 minutos e, graças ao método Q48 (Queima de 48 horas), ajuda o organismo a manter a queima de gordura por até dois dias!

    Confira os exercícios a seguir:

    Duração: 6 minutos

    Faça 3 séries, com 15 segundos de descanso entre elas.

    1. Elevação de quadril

    Deite-se com a barriga para cima, apoie os pés no chão e deixe os joelhos dobrados, apontando para o teto. Inspire, eleve o quadril (até seu corpo formar uma linha diagonal) e solte o ar conforme for subindo. Volte à posição inicial. Repita o movimento por 20 segundos.

    2. Passada frontal

    Com as mãos na cabeça, dê um passo com um dos pés à frente e flexione o outro joelho, mantendo o tronco alinhado. Repita o movimento por 20 segundos alternando as pernas.

    3. Agachamento profundo

    Estique os braços para frente e agache o máximo que conseguir. O quadril vai bem para trás, como se fosse sentar numa cadeira. Tome cuidado para não deixar os joelhos ultrapassarem a linha dos pés, que devem ficar paralelos. Faça o exercício por 20 segundos, acompanhando sua respiração (inspire pelo nariz no começo do exercício e expire pela boca quando estiver agachando).

    4.  Agachamento em posição de crocs 

    De joelhos, posicione as mãos para frente para dar estabilidade ao corpo e apoie os pés, um por vez, como se fosse levantar, mas não suba totalmente o tronco nem estenda os joelhos completamente. Repita o exercício por 20 segundos.

  • in ,

    Doenças que são causadas pelo uso do forno de micro-ondas

    Durante a Segunda Guerra Mundial, dois cientistas inventaram um tubo que produzia micro-ondas chamado de magnetron. Com o uso do magnetron pelo sistema de radar da Grã-Bretanha, as micro-ondas foram capazes de ajudar a encontrar aviões de guerra nazistas.

    Por acidente, Percy LeBaron Spencer, do Raytheon Company, vários anos mais tarde, descobriu que as micro-ondas também cozinhavam alimentos. Ele descobriu que as ondas de radar tinham derretido a barra de chocolate em seu bolso.

    O primeiro forno de micro-ondas a ser vendido no mercado, chamado de Radar Range (Alcance do Radar), era tão grande e pesado como um frigorífico. O aparelho evoluiu muito em aparência mas a tecnologia é a mesma: o uso das micro-ondas para aquecer, assar e cozinhar alimentos.

    O problema é que micro-ondas não são para ser usadas em alimentos e em nenhum tecido vegetal ou animal. Dentro de seu micro-ondas há 2,45 bilhões de hertz.

    O risco direto para o consumidor, quando o aparelho é novo, não existe muito, pois a vedação dele garante a proteção contra o vazamento de radiação. No entanto,  à medida que o aparelho vai envelhecendo, o vazamento de radiação pela porta vai aumentando.

    A quantidade de frequência para prejudicar o corpo humano é de 10 hertz. Portanto, seja cauteloso e nunca fique perto de um micro-ondas em funcionamento.

    Você não vai saber se o seu corpo está sendo prejudicado pelo vazamento até que o dano esteja feito. Além do problema do vazamento de radiação, há outros.

    Veja o que dizem algumas pesquisas:

    Um estudo realizado em 2003, na Espanha, provou que os legumes e frutas cozidos em um forno de micro-ondas perdem uma percentagem de 97% das substâncias que contribuem para a redução da incidência de doenças coronárias.

    Estudo  publicado por Raum & Zelt em 1992 afirma:

    “As micro-ondas produzidas artificialmente, incluindo as dos fornos, são produzidas a partir de corrente alternada e forçam um bilhão ou mais inversões de polaridade por segundo em cada molécula de alimentos que atingem. A produção de moléculas anormais é inevitável”. ”

    Dra. Lita Lee, em seu livro “Efeitos da radiação de micro-ondas na saúde”,  afirma que esse tipo de forno prejudica o alimento e sua radiação torna substâncias cozidas em perigoso produtos tóxicos e cancerígenos. Segundo a dra. Lee, mudanças são observadas nas análises bioquímicas do sangue e nas taxas de certas doenças entre os consumidores de alimentos preparados no micro-ondas.

    Estudo realizado em 1991 pelo suíço Hans Ulrich Doctor Hertel, feito juntamente com o dr. Bernard H. Blanc, do Instituto Federal Suíço de Tecnologia e pelo Instituto Universitário de Bioquímica, mostrou que cozinhar ou aquecer alimentos nesse aparelho apresenta riscos muito maiores para a saúde do que o tradicionalmente cozimento (fogão).

    Além disso, o estudo mostrou que as pessoas que comiam alimentos preparados no micro-ondas tiveram uma mudança no sangue, com perda de hemoglobina e linfócitos, o que pode causar deterioração no organismo.

    Entre o que essas pesquisas descobriram, podemos destacar:

    – Leite e cereais aquecidos no micro-ondas tiveram alguns de seus aminoácidos convertidos em carcinógenos (causadores de câncer).

    – Frutas descongeladas no aparelho tiveram  seus glicosídeos e galactose convertidos em substâncias cancerígenas.

    – Nas carnes preparadas no micro-ondas, houve a formação de d-nitrosodienthanolaminas, um carcinógeno conhecido.

    – Mesmo com a exposição extremamente curta de vegetais crus, cozidos ou congelados, houve a conversão dos seus alcaloides em carcinógenos.

    – O calor do micro-ondas produziu nos vegetais vários tipos de danos em muitas de suas substâncias, tais como alcalóides, glicosídeos e galactosídeos.

    – Total perda da biodisponibilidade de vitamina C, E, vitaminas do complexo B  e minerais essenciais em todos os alimentos testados.

    Investigadores russos também relataram uma acentuada degradação estrutural que conduz a uma diminuição de nutrientes de 60% a 90% em todos os alimentos testados.

    O resumo do que constataram todas essas pesquisas sobre o micro-ondas pode ser transformado em motivos para você não usar o aparelho:

    1. Maior taxa de distúrbios digestivos nos consumidores.

    2. Aumento de casos de câncer de estômago e intestino.

    3. Aumento na formação de células de câncer no sangue.

    4. Distúrbios linfáticos  que levam à diminuição da capacidade de impedir certos tipos de câncer.

    5. Diminuição significativa no valor nutricional de todos os alimentos.

    6. Aceleração da desintegração estrutural em todos os alimentos.

    7. Perda de 60-90% do conteúdo de energia vital de todos os alimentos.

    8. Redução do processo de integração metabólica de alcaloides, glicosídeos e galatosídeos e nitrilosides.

    9. Destruição do valor nutritivo das carnes.

    10. Diminuição da biodisponibilidade, que é a capacidade do organismo de utilizar o alimento, de vitaminas do complexo B, vitamina C, vitamina E, minerais essenciais e lipotrópicos em todos os alimentos.

    Entre os problemas de saúde que o aparelho contribui para causar, podemos listar:

    – Catarata

    – Sistema imunitário pobre

    – Resistência diminuída às infecções bacterianas

    – Diminuição da hemoglobina

    – Diminuição nos glóbulos brancos

    – Dano celular

    – Insônia

    – Fadiga

    – Dano cerebral

    – Obesidade

    – Câncer

  • in ,

    Faça a dieta do pepino durante 7 dias e veja os resultados incríveis

    Para quem quer emagrecer rápido, preste muito atenção neste artigo, pois temos uma dieta perfeita com ingredientes fáceis de serem encontrados.

    Fonte de nutrientes, rico em propriedades antioxidantes, fibras, magnésio, zinco, cálcio e vitamina B, C e E, o pepino é a base da nossa dieta de hoje.

    A nossa proposta é emagrecer com qualidade, portanto você vai se manter hidratado, mas ao mesmo tempo vai eliminar as toxinas do corpo, pois ele é um potente diurético.

    Com a dieta do pepino, você perde até 7kg em até 7 dias, sem passar fome e ainda fica com uma pele linda. Para isso montamos um cardápio especial com cinco refeições ao dia, confira abaixo:

    • Café da manhã: 2 ovos cozidos e uma tigela de salada de pepino;
    • Entre o café e o almoço: 5 ameixas ou 1 maçã ou 1 pêssego;
    • Almoço: 1 fatia de batata-doce com uma tigela de salada de pepino;
    • Lanche da tarde: 1 shake de pepino;
    • Jantar: 300 g de uma fruta de sua escolha.

    Agora vamos às receitas:

    1. Salada de pepino

    Ingredientes:

    • Pepino: 400 g;
    • Iogurte: 200 ml (pode substituir por kefir);
    • Sal: 1 pitada;
    • Cebola: 1 unidade.

    Modo de preparo:

    1. Descasque e corte o pepino em rodelas;

    2. Adicione o sal e misture bem tudo até que ele se dissolva;

    3. Adicione o iogurte/kefir e a cebola;

    4. Por fim, misture delicadamente e sirva.

    2. Shake de pepino:

    Ingredientes:

    • Pepino: 1 unidade;
    • Maçã: 1 unidade;
    • Hortelã: 1 punhado;
    • Água: 200 ml;

    Modo de preparo:

    1. Coloque os ingredientes em um liquidificador e bata até obter uma mistura homogênea;

    2. Consuma logo em seguida.

    Recomendações:

    Essa dieta só pode ser feita por sete dias.

    Gestantes e pessoas com doenças crônicas não devem realizar esta dieta.

    Sempre consulte seu médico antes de iniciar uma dieta, em especial  se você tiver problemas de saúde.

    Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico!

  • in

    Água Sass – Ideal para quem quer emagrecer (Receita completa)

    Há uma receita bem bacana que tem vindo a ser divulgada por vários meios como a TV, as revistas e a internet. A sua fórmula de sucesso tem sido bem apreciada e causa furor, pois proporciona resultados muito agradáveis na forma física de quem a usa.

    Ela vai fazer por você o que talvez nenhum outro método de perder peso alguma vez fez. Ela ajuda a emagrecer, evita retenção de líquidos e ainda seca a sua barriga. Ficou curioso? Então continue lendo, porque você vai querer experimentar!

    Esta receita surgiu da ideia de Cynthia Sass, nutricionista com mestrado em saúde pública e especializada em regimes alimentares. Esta bebida tem o nome de sua criadora – Água Sass – e além de água, saiba que ela tem ingredientes bem poderosos e nutritivos, que juntos formam uma bebida fantástica e refrescante.

    Confira aqui os elementos que compõem a bebida milagrosa:

    • hortelã: tem poderes inflamatórios;
    • gengibre: tem propriedades que aumentam a velocidade dos processos metabólicos do organismo;
    • pepino: é um diurético natural, pois promove a expulsão de líquidos do corpo;
    • limão: é um fruto alcalino e garante o equilíbrio dos níveis de PH no sangue.

    Agora atende na receita que se segue, pois ela explica como se faz a água sass. Você vai ver que é muito fácil e proporciona uma toma bem agradável.

    Você vai precisar apenas dos seguintes ingredientes:

    • hortelã: 12 folhas frescas;
    • água: 2 litros;
    • limão: 1 unidade, fresco e partido em fatias finas;
    • pepino: 1 unidade, sem casca e partido em fatias finas;
    • gengibre: 1 colher de chá, previamente ralado;

    Veja como vai preparar esta bebida:

    1. Certifique-se que usa ingredientes de agricultura orgânica. Coloque os ingredientes todos numa jarra.
    2. Entretanto, meta na geladeira até ao dia seguinte.

    Você vai beber esse preparado no dia seguinte. Faça por tomar um copo meia hora antes das refeições diárias. Faça isto durante um mês, pelo menos. Pare durante duas semanas se quiser fazer mais um mês de tratamento.

    E não se esqueça:

      • Use sempre ingredientes frescos.
      • Não reutilize as sobras da bebida do dia anterior.
      • Faça por conciliar uma alimentação saudável e exercício físico com esta bebida para ter resultados garantidos e do seu agrado.

    Saiba que esta bebida garante mais imunidade, mais resistência e desincha a barriguinha. Atenção! Caso seja hipertenso, antes de tomar esta bebida, remova o gengibre da receita. Assim, não o vai prejudicar. Claro, que o efeito da bebida será menor, mas terá ainda algumas das suas propriedades.

    Experimente e partilhe os resultados positivos conosco e com as suas amigas!

  • in ,

    Receita de limão, pepino, gengibre e hortelã para emagrecer com saúde

    Nada destrói mais nossa autoestima do que ver aquelas gordurinhas saindo pelos lados da calça jeans. Homens e mulheres podem compartilhar do mesmo problema, porque a gordura localizada não escolhe sexo e nem idade.

    Para que consigamos manter nosso corpo saudável, é essencial que lembremos que o excesso de gordura também é um indicativo de que nossa saúde pode estar em perigo.

    A região abdominal é aquela em que a maioria da população acumula gordura, portanto, é uma preocupação para muitas pessoas. Muitas delas, inclusive, nem apresentam sobrepeso, mas também sofrem com esse incômodo.

    Isso acontece porque essa região é a mais propícia para o acúmulo de gordura. Não ter excessos nesta parte do corpo é uma boa demonstração de um corpo saudável.

    Na hora de eliminar aquela barriga que surgiu sem você perceber, não há mágica e nem milagres. É ter foco nos exercícios e adotar uma alimentação balanceada.

    Uma dica é passar a ingerir alimentos que ajudem seu organismo a perder os excessos. Dessa forma, trouxemos uma receita de uma bebida à base de limão que vai ajudar seu corpo a eliminar toxinas e diminuir o peso.

    Ingredientes:

    • Água: 2 litros;
    • Limão: 1 unidade em rodelas;
    • Pepino: 1 unidade em rodelas;
    • Hortelã: 12 folhas frescas e lavadas;
    • Gengibre: 1 colher (chá) ralado na hora.

    Modo de preparar:

    1. Em uma jarra com tampa, acrescente todos os ingredientes e deixe na geladeira durante uma noite inteira;

    2. Beba todo o líquido no dia seguinte;

    3. Para um efeito mais eficaz, beba um copo 30 minutos antes de cada refeição;

    4. Você pode tomar por 4 ou 40 dias, mas não reutilize os ingredientes;

    5. Caso queira continuar após beber por 30 dias, faça uma pausa de duas semanas.

    É possível perder até quatro quilos por semana com essa receita, mas lembre-se que você conseguirá melhores resultados se combiná-la com exercícios físicos e alimentos saudáveis.

    Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico.

    Compartilhe!

  • in ,

    Fígado gordo – 7 maneiras para solucionar o problema

    Sabe o que é o fígado gordo? É quando existe um excesso de gordura acumulada em torno do fígado, que pode causar excesso de peso ou diabetes, pois impede que seu fígado funcione normalmente.

    Muitas pessoas descobrem que têm fígado gordo em exames de rotina, porque os seus sintomas não se manifestam, então, antes que a situação piore e surjam problemas sério de saúde, deve procurar tratar o problema.

    E a solução passa pela alimentação. Tatiana Zanin, nutricionista, Especialista em Nutrição Clínica pela Universidade do Porto, em Portugal refere que para tratar esta doença é necessário:

    7 passos para ajudar solucionar o problema:

      1. Banir de sua rotina o consumo de alimentos ricos em gorduras, como pizzas, sanduíches, queijos amarelos e condimentos;
      2. Excluir o consumo de qualquer bebida alcoólica;
      3. Dar preferência ao consumo de alimentos saudáveis, como frutas, legumes, verduras ou carnes brancas grelhadas;
      4. Adicionar somente 1 colher de café de azeite na salada, depois de pronta. Muitas pessoas pensam que o azeite é uma gordura boa, por isso não tem problema, mas aqui você quer eliminar de sua rotina todo o tipo de gordura;
      5. Beber bastante água entre as refeições;
      6. Comer alimentos ricos em fibras diariamente;
      7. Eliminar da alimentação: queijo amarelo, requeijão, chocolate, biscoito amanteigado, produtos de pastelaria em geral, enchidos e embutidos, como linguiça, salsicha, bacon e mortadela, maionese, manteiga e margarina.

    Os melhores alimentos para o fígado são os legumes e frutas, leite desnatado, mel, arroz, macarrão, carnes magras, ovos, gelatina e queijo branco.

    É importante comer a cada 3 horas, mesmo que não tenha fome. Não ter fome após 3 horas significa que comeu demais na refeição anterior e isto também precisa de ajuste.

    Ao seguir corretamente esta dieta, é possível eliminar boa parte da gordura abdominal e do interior do fígado em, aproximadamente, 2 meses. Mas, para melhores resultados, recomenda-se fazer algum tipo de atividade física com regularidade.

Carregar Mais
Congratulations. You've reached the end of the internet.